Mary Magdalene

Ir em baixo

Mary Magdalene

Mensagem por GutoR em Ter Jul 05, 2011 10:05 am

MARY MAGDALENE



"A fé nos faz crer no incrível, ver o invisível e realizar o impossível."




Magdalene, aos 17 anos, noviça


Nome: Mary Magdalene
Classe: Arcebispa
Afinidade Elemental: Sagrado
Profissão: Recepcionista e atendente do museu/café Núverandi. Atua nas expedições como curandeira/simbologista.
Idade: 28 anos
Altura: 1,68m
Peso: 54 kg
Raça: Humana
Tipo sanguíneo: O+
Cor de pele: Branca, com as maçãs do rosto levemente corada
Olhos: Verde-claro
Cabelos: Ruivos, levemente ondulados nas pontas, na altura da cintura.
Cheiro: Um leve aroma de flores
Traços característicos: Rosto arredondado e feições delicadas.
Mão dominante: Direita
Local de Nascimento: Prontera
Hobby: Cozinhar e tocar órgão enquanto canta
Comida predileta: Vegetariana: combinações de frutas, verduras e ervas.
Bebida predileta: Suco de uva

Biografia :
Nascimento e infância:
Spoiler:
Mary Magdalene nasceu no dia 22 de julho em Prontera, Reino de Rune-Midgard. Filha de um próspero mercador, Magdalene teve uma sofisticada educação, aprendendo sobre história, matemática, artes e religião. Com a mãe, adquiriu conhecimentos sobre culinária e corte e costura, tornando-se hábil em serviços domésticos. Porém, sua verdadeira paixão eram as artes, sendo seu maior hobbie tocar seu pequeno órgão dado por seu pai em seu 6º aniversário. Desde pequena acompanhava sua mãe todos os dias à Igreja local de Prontera, que considerava seu segundo lar, para rezar. Dotada de uma fé inabalável era devota da deusa Frigga e apesar de todo poder aquisitivo de seus pais, Magdalene era uma criança simples, caridosa e muito ligada às questões sociais e divinas. Costumava sempre ajudar as noviças da Igreja de Prontera na limpeza do Templo e em casa uma vez por mês preparava saquinhos de mantimentos para serem distribuídos entre os mais carentes.


Tragédia familiar:
Spoiler:
Quando Magdalene tinha 11 anos, sua mãe ficou grávida de seu segundo filho. Porém foi uma gravidez muito difícil e no parto sua mãe e irmão acabaram morrendo. Viúvo e com uma filha entrando na adolescência, o pai de Magdalene se viu acuado e desesperado diante da perda de seu grande amor. Entrou em estado de depressão e entregou-se ao vício da bebida. Seus negócios também começaram a ir de mal a pior, perdendo muitos dos seus bens. Magdalene sempre saia a procurar seu pai pelas ruas e bares e muitas vezes o encontrava deitado pelo chão das ruas dormindo e trazia-o para casa embriagado, sujo e com muitos dos seus pertences roubados. Após tratá-lo e alimentá-lo se botava a chorar em seu quarto, rezando com toda sua fé para que Frigga restaurasse o ânimo e as forças do seu pai. Passaram-se os anos e este cenário nebuloso na vida de Magdalene só piorava. Mais dívidas, mais problemas e seu pai cada vez mais se afundando no álcool. Não muito depois, devido a sua vida boemia, o pai de Magdalene adquiriu uma grave doença e acabou morrendo.

Anos difíceis:
Spoiler:
Logo após a morte do seu pai, o governo hipotecou o resto dos bens do pai de Magdalene, agora com 16 anos, para sanar suas dívidas e entregaram a menina para viver com duas tias, irmãs de sua falecida mãe, na cidade de Lighthalzen. As mulheres eram mesquinhas e cruéis e desde o primeiro dia em que Magdalene botou seus pés na casa, elas deixaram bem claro que ela precisaria trabalhar para pagar o que consumiria. Eram separadas e tinha cada uma um filho. Os filhos das megeras eram nada mais nada menos que a imagem de suas mães, soberbos e maliciosos. Magdalene então adquiriu uma rotina de todos os dias lavar, passar e cozinhar para as tias e primos, enquanto as duas se entretinham em manter uma aparente riqueza e esconder suas falsas condições financeiras para as amigas. Magdalene até que gostava e achava justo pagar pelo que comia com seus serviços, só lamentando mesmo o cruel destino de seus pais e irmão. Mas quem seria ela para questionar os desígnios de Frigga, pensava ela. Podia apenas rezar pela alma de seus amados entes, nada mais. Certo dia enquanto cozinhava, adormeceu por estar excessivamente cansada. Um pequeno incêndio se iniciou, mas o fogo foi controlado. Porém uma de suas tias não quis deixar o acontecimento passar em branco, mesmo Magdalene se desculpando e implorando perdão; a menina foi espancada e trancada no sótão sem água e comida. Decidiu então que assim que tivesse oportunidade, fugiria da casa das tias e procuraria ajuda no único lugar que lhe restava: a Igreja de Prontera.

O chamado da Fé:
Spoiler:
Magdalene voltou para Prontera e foi muito bem recebida pelos sacerdotes, começando assim seu treinamento como noviça. Muito habilidosa, parecia mesmo ter nascido para aquilo, seu talento como curandeira era notável, além de sua aura iluminada que não passava despercebida. Subiu de cargo rapidamente, virando uma sacerdotisa e posteriormente ficou encarregada do treinamento de noviças. Aos 23 anos ingressou na chamada FFF (Fraternidade dos Filhos de Frigga), um grupo elitista e separatista da Igreja de Prontera e com leis mais rígidas acerca de algumas práticas e costumes humanas, sendo eles devotos unicamente da deusa Frigga. Aos 25 anos, atingiu o cargo de suma-sacerdotisa e começou a estudar história e simbologia com outros membros da fraternidade, além de participar esporadicamente de pequenos grupos de expedições juntamente com alguns outros clérigos exorcistas. Aos 26 anos, Magdalene tomou uma decisão muito importante, que mudaria sua vida para sempre. Tornou-se uma “Castitatis Lilium”, um tipo de membro honrado na fraternidade, que tem por único objetivo de vida servir a Freya e praticar a caridade a cada segundo de sua vida, abrindo mão de uma vida pessoal. Existem algumas peculiaridades a seguidas quando se aceita esse título, sendo o celibato a maior delas, pois a partir do momento que se vira uma “Castitatis Lilium”, seu corpo é considerado um templo vivo de Freya, uma intercessora direta da deusa. Após o cerimonial onde entregou sua vida completamente à deusa, foi condecorada Arcebisba Mary Magdalene da Castidade.

Atualmente:
Spoiler:
Há alguns meses Magdalene encontra-se trabalhando no Museu Núverandi, como atendente, trabalhando na cozinha e realizando serviços domésticos. Nas expedições atua como curandeira e ocasionalmente utiliza seus conhecimentos em simbologia quando necessário. Foi contratada por Leon e desde então tem vivido no museu. Existem algumas dúvidas acerca de Magdalene e seu passado desconhecido. Por que não atua mais como arcebispa da fraternidade? Por que nunca fala de seu passado com outras pessoas? O que ela faz quando se ausenta por um dia ou dois em algumas ocasiões? Qual seu sobrenome? Apesar de ser muito querida, existe uma grande interrogação na cabeça de todos quando o assunto é Magdalene. Só o tempo talvez revelará o que realmente aconteceu na vida dessa clériga, que era um nome de importância dentro de sua fraternidade. Após o acaso de conhecer o grupo Dark Scale enquanto colhia ervas no Mt. Mjolnir, encontrou uma oportunidade de resolver algumas pendências de seu passado unindo-se a esse grupo e viajando pelo mundo, porém seu lar ainda continua sendo o museu Núverandi.

Dados gerais:

Personalidade:
Magdalene é aquele tipo de pessoa que achamos que não existem mais nos dias de hoje. Calma, bondosa, caridosa. Ama ao próximo incondicionalmente, por todos serem criaturas de Frigga, a Grande Matriarca. Tem um apego em especial por crianças. Está sempre disposta a ajudar no que for possível e o põe o bem- estar de todos na frente do dela. Se o seu semelhante está feliz, ela também está.

Aparência:
É uma mulher bonita. Em geral Magdalene está sempre muito coberta com suas vestimentas de clériga. Tem o rosto aredondado e a pele a aveludada. Expressão serena e sempre carrega um leve sorriso nos lábios. Possui grandes cabelos ruivos que chegam à altura da cintura, ocasionalmente visto apenas por suas colegas de quarto. Seu corpo é esguio, com curvas suavese os seios de tamanho médio, combinando com seu biótipo.

Vestimenta e equipamentos:
Magdalene usa vestidos longos e véus lhe cobrindo os cabelos. Existem algumas variações em seu guarda-roupa, usa no dia-a-dia um hábito de freira, mas possui guardado seu uniforme de arcebispa, sendo ele um pouco mais diferente do padrão, pois as pernas não ficam à mostra. Na cabeça usa geralmente um chapéu de freira ou um véu de camada duplo, com um bordado detalhado feito por ela mesma, com duas rosas bordadas nas extremidades, símbolo que representa a deusa em sua fraternidade. Calça sapatos de saltos baixos e grossos.
------------------------


Possessões Valiosas:
Por não ser materialista, Magdalene não possui muitos objetos a qual dê valor. Existem alguns poucos com um valor sentimental, como uma pequena medalhinha em formato de coração com uma foto de seus pais e um rosário de pérolas e brilhantes que possui desde pequena, que ganhou de sua mãe. Tinha um órgão que ganhou de seu pai também, mas o mesmo foi hipotecado anos atrás para pagar as dívidas deixadas por seu pai.

Informações Pertinentes:

Atributos:

----------------------
Força: Muito baixa
Agilidade: Muito baixa
Vitalidade: Muito Alta
Inteligência: Muito Alta
Destreza: Média
Sorte: Alta
----------------------
Carisma: Muito Alta
Manipulação: Baixa
Aparência: Alta
Percepção: Baixa
Sabedoria: Alta
Raciocínio: Média
-----------------------

Perícias:

-Curandeira muito hábil. Além disso, seu suporte é muito eficiente.
-Básico conhecimento em medicina.
-Muito boa em lidar com crianças.

Vantagens/Qualidades:
- Se relaciona muito fácil com as pessoas.
-Aprende receitas e costuras facilmente.
- Muito disposta em trabalhar, tem uma vitalidade invejável.

Desvantagens/Defeitos:
- Um pouco tímida.
- Presa demais a religiosidades e tradições.
- Ingênua, sendo um alvo fácil de pessoas maliciosas.
- Sensível demais a dor alheia.


Última edição por GutoR em Ter Jul 05, 2011 10:11 am, editado 2 vez(es)
avatar
GutoR
Esqueleto
Esqueleto

Número de Mensagens : 125
Idade : 28
Localização : Pernambuco
Pontos : 3081
Reputação : 2
Data de inscrição : 04/04/2010

Ficha do personagem
Nome:
Profissão:
Clã:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mary Magdalene

Mensagem por GutoR em Ter Jul 05, 2011 10:09 am

Decidi postar essa minha personagem que tem se tornado meu xodó nos RP's, pelo seu lado cômico de religiosa fanática que tenta converter todos ao amor de Frigga e pela sua bondade extrema. Ela é uma homenagem à minha própria mãe quanto a personalidade, mais algumas idéias de mim mesmo e referências de livros que tenho lido ao longo dos anos.

É uma personagem "dual", pois eu a uso na Núverandi e na Dark Scale, pois decidi desenvolver mais a história dela! :)
avatar
GutoR
Esqueleto
Esqueleto

Número de Mensagens : 125
Idade : 28
Localização : Pernambuco
Pontos : 3081
Reputação : 2
Data de inscrição : 04/04/2010

Ficha do personagem
Nome:
Profissão:
Clã:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mary Magdalene

Mensagem por Rafael "Kyest" M. em Ter Jul 05, 2011 12:01 pm

Wooooah! Incrível Guto!

A Mag se tornou uma das minhas personagens favoritas em pouco tempo. Em certos aspectos ela me lembra um pouco a Keira, a sacerdotiza do Dash, mas ela tem as carinhas!! )'o'(

Mag passou por uma vida muito triste /s. Me impressiona que ela ainda seja assim tão bondosa.

E agora, poderei fazer RPs com a Mag em dobro, na Núverandi e Dark Scale \o/
avatar
Rafael "Kyest" M.
Múmia
Múmia

Número de Mensagens : 498
Idade : 24
Localização : São Paulo
Pontos : 3530
Reputação : 0
Data de inscrição : 07/01/2010

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mary Magdalene

Mensagem por GutoR em Ter Jul 05, 2011 4:43 pm

Obrigado pelo comentário Kyest! *-*

Yeah! vamos rpar em dobro -q

Vai ser nice! :)
avatar
GutoR
Esqueleto
Esqueleto

Número de Mensagens : 125
Idade : 28
Localização : Pernambuco
Pontos : 3081
Reputação : 2
Data de inscrição : 04/04/2010

Ficha do personagem
Nome:
Profissão:
Clã:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Mary Magdalene

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum