Orpheus Golden

Ir em baixo

Orpheus Golden

Mensagem por Matthew Locke em Sex Out 28, 2011 11:09 am

Nome: Orpheus Golden

Classe: Menestrel

Profissão: Palhaço de um Circo de Comodo

Idade: 21

Altura: 1,70

Peso: 70kg

Raça:
Humano

Tipo sanguíneo: A

Cor de pele: Caucasiana

Olhos: Azuis

Cabelos:



Cheiro: Maçã

Traços característicos: Nenhum

Mão dominante: Destro

Local de Nascimento: Moskovia, 20 Abril de 990

Hobby: Tocar

Comida predileta:
Maçã

Bebida predileta: Suco de Maçã


Biografia :


Sua infância
Orpheus nasceu em Moskovia, num dia chuvoso. Sua mãe, cultivava uma plantio de maçãs, no Nordeste de Moskovia. E seu pai, Maestro de Moskóvia. Na sua infância, Orpheus e mais cinco amigos : Pamela, Nicole, Lyner, Vayne e Melissa. Todos passavam o dia brincando no bosque da mãe do menino Golden, enquanto ela cuidava das macieiras. Eles também tinham uma casa na árvore, em uma daquelas macieiras, e todos eram viciados em maçã. Os seis amigos viveram sua infância ali, quando, aos 11 anos, decidiram se tornar aventureiros, para que pudessem viver várias histórias, para que elas pudessem ser contadas para o mundo depois. Então, todos do grupo foram fazendo escolhas diferentes, Orpheus havia decidido seguir a carreira musical de seu pai, e por isso, se tornou um Arqueiro, para que, futuramente, pudesse ser um bardo.

De Arqueiro á Bardo
O grupo treinava junto, nos mais variados campos e calabouços por Midgard. Eles davam um boa equipe, sempre trabalhando em grupo. E então, quando todos haviam cerca de 16 anos, decidiram evoluir. Foi ai que a coisa toda aconteceu, todos estavam bastante focados em se tornar mais fortes, então, cada um tomou um rumo diferente de treinamento, foram procurar mestres, que os pudessem os fazer mais fortes. Orpheus tinha seu pai que era um Maestro, mas, mesmo assim, decidiu ir treinar em Comodo. Ele conheceu Arystar Barseth, um Menestrel, que também trabalhava num circo em Comodo. Ele decidiu treinar o garoto, e, em troca, ele havia de ajudar em suas apresentações no circo. Orpheus então, também virou palhaço de circo, e também um ótimo Bardo. Até que, seu treinamento havia finalizado aos 20 anos. Como recompensa, Arystar disse que faria para Orpheus, um violão, da maneira que ele quisesse. Orpheus então, decidiu pedir um violão na forma de uma maçã, feita com madeira de macieira. E assim foi feito, Arystar fez o violão em forma de maçã, e a pintou num tom de dourado, para lembrar uma maçã de Idun. Orpheus o nomeou de " Ecoar do Idun " , mas também o chama de Maviola, uma brincadeira com os nomes de maçã com violão.

Sua morte
Orpheus havia passado todos aqueles quatro anos de treino em Comodo, longe de sua família e amigos. E então, voltou para Moskovia aos 18 anos. Em sua volta, ele conheceu Louis Golden, um bardo que havia sido adotado por seu pai. Foi dele que recebeu a notícia de que seu pai havia morrido. E de sua mãe, que todos os seus amigos haviam se mudado. Depois dessas notícias, Orpheus ficou muito desanimado, e se isolou em sua casa na árvore por uns dias, só se alimentando de água e maçã. Até o dia em que ele recebeu uma carta, dizendo ser de um de seus amigos, marcando uma nova aventura. Orpheus se animou num instante, e então, se encontrou com o grupo. Todos queriam muito a volta daquele grupo, e assim foi feito. Eles voltaram a se aventurar juntos por uns meses. Até o dia em que eles receberam outra carta. Era um desafio dado por um desconhecido, de se aventurar em calabouço até aquela desconhecido por eles. E então, eles aceitaram o tal desafio, sem se saber do que se tratava. E lá foram eles, chegaram, e entraram no local. Parecia muito normal e fácil até o começo, até que o lugar se encheu de armadilhas mortais, mas, eles acabaram escapando de todas, até chegar na fase final. Até quando eles chegaram numa sala um pouco escura, e uma voz desconhecida dizia que apenas um deles iria sobreviver, e que, para isso eles teriam que lutar entre si. Nenhum deles queria isso, ficaram um tempo olhando um para cara do outro, sem fazer nada. E então, Vayne, um assassino, deu um sorriso sádico, dizendo : " Eu quero viver " , e, sem hesitar, lutou com os quatro dali, um por um, matando todos, que mal tinham coragem de usar todo seu potencial contra um amigo. E então, chegou a vez de Orpheus. Seria uma batalha difícil, pois Vayne era o amigo do grupo com quem Orpheus era mais achegado, mas, mesmo assim, ele lutou com tudo, quando ele percebeu que nem seus ataques, nem as tentativas de de ataque de seus amigos, acertavam Vayne. Eram todas sem efeito. E ele acabou morto.

Ordem das Valquírias
Orpheus estava em um lugar desconhecido, sua visão estava meio embaçada, ele demorará para perceber que estava no Vahallha, um lugar do qual ele havia ouvido de Arystar. E então, decidiu usar essa sua segunda vida da melhor maneira possível, e treinou por 21 anos ali, que se passaram como apenas 3 semanas no tempo de Midgard. Orpheus saiu dali como um Menestrel, tendo em mente procurar um novo grupo com qual ele se juntaria, por que havia percebido que não havia nascido para viver só. Então, ele se encontrou novamente com seu irmão Louis, e ouviu falar sobre a Ordem das Valquirias, clã no qual ele decidiu entrar, para que pudesse lutar como uma equipe novamente. Ele falou com Kemaryus, e foi aceito na guilda, onde ele vive agora.


Dados gerais:


Personalidade:

Orpheus é extremamente hiperativo, não fica parado a não ser que esteja dormindo. Sempre está tocando, dançando, cantando, ou comendo maçãs. Orpheus também é animado e otimista, e sempre faz o máximo para animar seus companheiros. Apesar de ser um palhaço, não é muito engraçado.Não fala de modo muito formal, pois ele odeia formalidades. Tem um grande amor por maçãs, e por isso odeia quem as usa com outra finalidade, a não ser a digestiva.

Aparência: Orpheus tem uma altura normal para alguém de sua idade, e é um razoavelmente musculoso. Tem olhos extremamente azuis, lábios pequenos, e é um pouco bochechudo. Seu sorriso é largo e contagiante.

Vestimenta e equipamentos:
Usa a vestimenta dos menestréis, com alguns toques dele. Ela é pouco mais comprida do que o normal, e os traços de marrom escuro na original, são azuis na dele. A calça é de couro, com um tom de marrom bastante escuro. Sempre está com seu Chapéu de Mestre Sala, e com uma Flor Romântica Branca em sua boca. Seu violão, tem um formato de uma Maça de Idun. Sendo a fruta o corpo, e o talo, o braço do violão. Ele é feito com madeira de uma macieira, tem odor de maçã, e possui 8 cordas. O violão tem um compartimento que armazena maçãs, para quando Orpheus estiver com vontade de comê-las. Isto é, quase sempre.

Possessões Valiosas:
Seu violão, e suas maçãs.


Bichos de estimação:
N/A


Peculiaridades:

Lambe seu violão de vez em quando, por causa do odor de maçã;
Atira contra o chapéu dos outros, para chamar atenção do indivíduo;
Bagunça seu cabelo quando está impaciente.


Informações Pertinentes


[b]Atributos:

-----------------------------
Força: Baixa
Agilidade: Alta
Vitalidade: Média Baixa
Inteligência: Média Alta
Destreza: Muito Alta
Sorte: Muito Baixa
-----------------------------
Carisma: Alta
Manipulação: Média
Aparência: Muito Alta
Percepção: Média
Sabedoria: Baixa
Raciocínio: Alto
-----------------------------

Perícias:


Atuação;
Manejo de Instrumentos de Corda;
Malabarismo;
Sapatear;
Caretas.



Vantagens/Qualidades:

Força de Vontade;
Coragem;
Visão Aguçada.


Desvantagens/Defeitos:
Vício: Maçãs;
Irritante;
Fobia: Escuro.
avatar
Matthew Locke
Osíris
Osíris

Número de Mensagens : 1688
Localização : Procure que vc acha
Pontos : 4945
Reputação : 0
Data de inscrição : 04/01/2010

Ficha do personagem
Nome:
Profissão:
Clã:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum