Kaliel Gaebolg

Ir em baixo

Kaliel Gaebolg

Mensagem por Willen em Sab Dez 10, 2011 4:41 am








Nome: Kaliel Gaebolg

Idade: 32 anos

Signo: Biskilnir

Classe: Cavaleiro Rúnico

Profissão: Aventureiro/Membro de Elite da Ordem dos Cavaleiros de Prontera/ Lorde da Coroa de Prontera/ Membro da Guilda da Cavalaria Rúnica

Cor da Pele: Caucasiano

Olhos: Castanhos Escuros

Cabelos: Negros

Altura: 1,90m

Peso: 83kg

Cheiro: Sangue e aço

Raça: Humano

Tipo Sanguíneo: A+

Voz: Grave

Afinidade Elemental: Fogo

Mão Dominante: Ambidestro

Hobby: Jogar no cassino de Comodo, lutar contra outros guerreiros e beber hidromel.

Comida Predileta: Carne Mal-Passada

Bebida Predileta: Hidromel

Naturalidade: Hugel

Frase de Efeito: "Vai pro demônio que te carregue!"





Personalidade

Kaliel é rebelde. Seus métodos, estilo de vida e personalidade explosiva o fazem parecer uma pessoa muito reclusa e irritada, embora ele tenha um coração bondoso. Odeia fraqueza nas pessoas, assim como o fato de sempre terem preconceito por ele, seja pelo seu sobrenome real ou pela sua condição forçada com o Bafomé. É irritadiço, mais fechado, age sempre com confiança e descuido, principalmente em batalha.

Peculiaridades

Ele é aplicado em tudo que faz, mas algumas vezes ele parece pensar de mais. Nesses momentos, ele está conversando em seu íntimo com o Bafomé que foi preso em seu corpo. Ambos possuem orgulho muito grande como guerreiros e se acham acima dos humanos normais, por isso parecem se darem bem. Ele parece não se importar com as pessoas ao redor, muitas vezes menosprezando algumas.

Traços Característicos

Tem uma grande mancha de queimadura no seu peito, por cima de um corte transversal. Foi ganha na tarde que estava prestes a morrer e Bafomé foi selado em seu corpo. Geralmente anda com o cabelo comprido amarrado em um rabo-de-cavalo, e carrega duas espadas sempre. Quando luta, normalmente em situações de maiores dificuldades, exibe sua força conjunta com a de Bafomé, mostrando os chifres que crescem em sua cabeça, garras, unhas e sua insanidade.

Vestimenta e Equipamentos

Kaliel é mais desleixado. Usa as vezes uma regata branca para cobrir seu busto, quando não usa nada. Por cima, um sobretudo de pele muito pesado e comprido. Calças jeans e botas de couro. Usa um cinto para prender suas calças, que quase caem as vezes.

Como equipamentos básicos, mantém uma armadura de Cavaleiro Runico feita com ossos e tingidas de preto, refinadas com Bradiun, o que torna a armaudra um símbolo de medo e sanguinolência. Por vezes usa um Elmo Draconiano, presente dado para ele em Dranera, aclamado como herói por ter domado um dragão negro e te-lo como montaria. Prefere não lutar com seus equipamentos de guerra, somente em casos extremos, mas independente de qualquer situação, carrega sua espada precisosa, a Krasnaya Enuma Elish, e sua Executora criada pelo Bafomé.

Possessões Valiosas

Não possui nada de valioso visivel, a não ser suas espadas. A Krasnaya que deu o nome de Enuma Elish, herança final do seu pai, o falecido rei Tristan III, e sua Executora especial, criada pelo Bafomé a partir de sua foice.




Atributos

Força: Muito Alta (Por ter tido um treinamento muito rigoroso, e acesso ao poder de Bafomé, sua força é acima do comum)

Agilidade: Alta (Como todo cavaleiro que luta com espadas de duas mãos, possui uma velocidade de combate consideravelmente alta)

Inteligência: Alta ( Teve de aprender a lidar com as runas, portanto se esforçou para adquerir um conhecimento maior do que imaginava)

Vitalidade: Alta (Graças aos treinamentos, conseguiu uma resitência muito alta e uma vitalidade poderosa)

Destreza: Média (Não possui muito controle ou foco, pois seu estilo de luta é mais devastador e descuidado)

Sorte: Baixa (Diferente de outros cavaleiros, não dispõe de sorte, sempre acertando ou conseguindo tudo por seu próprio esforço)


Vantagens

Honra

Ocultismo

Cultura

Bom Senso

Poliglota - Línguas humanas, draconianas

Sentidos Aprimorados

Estudo Draconiano


Desvantagens

Imprudência

Impulsivo

Irritadiço

Passado Sombrio

Falta de Auto-Controle


Perícias

Perícia com Espadas de uma Mão

Perícia com Espadas de Duas Mãos

Perícia em Combate Desarmado (Sem estilo)

Perícia com Dragões

Perícia em Montaria/Domador







Biografia




Kaliel nasceu e cresceu em Hugel, concebido da união entre uma camponesa e o rei de Rune-Midgard, Tristan III. Pelo medo da maldição de Jomurgand levar os seus filhos legitimos, o desespero o levou à cometer traição em segredo, e embora nunca tenha divulgado o que tinha feito, se mostrou afetuoso com sua nova "família". Depois que o jovem Kaliel completou 5 anos, começou a ser instruído na arte da luta, desde pequeno. Seu pai havia deixado em um pequeno altar na casa em Hugel uma Krasnaya especial, customizada pela família Gaebolg, e deixou-a lá até o dia em que Kaliel pudesse retira-la.

O garoto cresceu sem saber de sua nobreza, mas conheceu a honra de ser um cavaleiro e levava a sério seus treinamentos. Cuidou de sua mãe até o dia da sua morte, por uma doença degenerativa, e depois disso passou a viver sozinho por Hugel. Aos 15 anos, tornou-se aprendiz de Cavaleiro, indo em várias campanhas pela cavalaria, e logo depois atingindo o título de Lorde pelo seu próprio pai, sem que ele soubesse desse detalhe. Durante alguns anos, passou a liderar uma tropa e ganhou respeito entre seus companheiros de espada. Tinha 22 anos quando conheceu uma jovem sacerdotiza e ambos se apaixonaram. Porém, antes que Kaliel pudesse confirmar seus votos, foi mandado junto de sua tropa para o Labirinto da Floresta, e sua amada havia ido junto. Na investigação, um Bafomé havia aparecido e então entraram em combate. A tropa de Kaliel foi eliminada e o monstro estava prestes a matar a sacerdotiza, quando Kaliel a defendeu, recebendo um golpe mortal. No mesmo instante, Bafomé havia sido ferido fatalmente e os dois tombaram. A jovem, temendo por sua vida, deixou Kaliel para trás e fugiu. O orgulho do Lorde foi ferido, e o desejo de viver começou a esvair. No entanto, o Bafomé também estava por perder a vida, e fez a proposta de tomar o corpo do jovem para ser dele também. Kaliel aceitou e então o pacto foi feito. Kaliel havia se tornado um avatar do Bafomé.

A união dos dois transformou Kaliel de uma maneira terrível. O Lorde ainda tinha sua humanidade, mas sempre em batalha ou quando sua furia se ascendesse, a escência de Bafomé assumia parte do corpo de Kaliel, o deixando com pouco de sua aparência, como tendo chifres, garras, dentes afiados e um pentagrama na testa, além da insanidade e desejo de sangue que adqueriu. A foice que Bafomé carregava fora envolvida por sombras, e dela saiu a espada que se tornaria parte do Lorde, uma Executora especial. Com o tempo, Kaliel foi aprendendo a lidar com a escência do Bafomé, conseguindo controlar seu poder e, inclusive, tomando a forma do monstro quando sente necessidade.

Depois de incorporar Bafomé, suas feridas foram fechadas e suturadas, de modo que seu peito parecia ter sido arrombado e fechado à fogo. Embora estivesse vivo, a notícia de que havia morrido tinha se espalhado rapidamente. A sacerdotiza que uma vez tinha sido sua amada havia morrido, na tentativa de sair do labirinto. Kaliel à encontrou, morta, e destroçou o corpo dela por te-lo abandonado. Por causa disso, ele havia se tornado mais recluso quanto às outras pessoas, alimentando uma individualidade maior.

Passados alguns anos, seu estilo de luta foi mudando do padrão para um estilo mais descuidado, imprudente, porém destrutivo e temido. Sua velocidade e força, bem como sua resitência, haviam aumentado assustadoramente por causa da adição de Bafomém ao seu corpo. Quando retornou à cavalaria e todos viam que estava vivo, chamavam-o de demônio ou cavaleiro infernal. Sua fama piorava cada vez mais por causa de sua sede de sangue nas batalhas, derramando sangue de várias pessoas quando era apenas de uma. Tornou-se um pouco mais sínico diante da reclusão das outras pessoas.

Foi quando encontrou Dante Tenebrae que finalmente havia achado um grupo de pessoas que também eram recluasas de certa forma, e assim ele teria um lar. Com o tempo, foi ganhando novamente a confiança das pessoas e conhecendo pessoas na qual depositou sua amizade. Considera Luke Kobald seu melhor amigo e rival, depois de terem se conhecido em Hugel, atrás de cultistas de Morroc. Ao lado de Luke, Kaliel pegou para sí a Krasnaya de seu pai na antiga casa abandonada, e como o ruivo, participou do torneio de lutas Kaed, onde conheceu Hartvalley, Kurosaki, Sylphie Eatos e Déborah, com quem passou a conviver mais tarde.

Depois de algum tempo, encontrou os cavaleiros rúnicos e entrou em seus mistérios. Porém, assim que conseguiu se tornar membro da Cavalaria Rúnica, abandonou a guilda dizendo que um grupo não mudaria sua consciência. Como Cavaleiro Rúnico, ajudou mais uma vez Luke em suas aventuras, até ser mandado para Dranera, junto de Raiga Nelliw. Kaliel e Débi foram para Dranera montados em um dragão, conduzido por Raiga. Na ilha, os dois conseguem um pequeno dragonete de estimação e Kaliel doma um dragão negro, batizado de Bahamut pelo rúnico.

Depois do ataque de Edmund, o líder dos Guardiões Negros à base da Ordem das Sombras em Juno, Kaliel saiu muito ferido do combate e por não ter mais seu lar, acabou sendo levado por Luke Kobald para sua aeronave. Lá, Luke lhe da boas-vindas para a Atlas, o grupo de caçadores de tesouros que Kaliel passou a integrar.

Enquanto o grupo de Luke se mantinha atento aos seus alvos, tesouros e lugares, Kaliel sempre se mostrou despreocupado, não ligando para os outros membros com exceção de Luke, com quem sempre tinha uma lealdade amiga. Além disso, passava muito tempo com Déborah, a condessa de Prontera. Com o tempo, foi ganhando atenção da jovem, assim como seu coração. Kaliel sempre foi bruto, atarracado e até rude, mas aprendeu a se controlar quando estava com a bela, decente e imponente Musa.

Mas chegou o momento de Kaliel partir para uma investida junto da Atlas contra seu maior inimigo, Shu Wulong. Déborah o tapeou, deu bofetadas e beliscões, mas ainda assim, passou os ultimos dias antes da partida junto dele, tendo em sua última noite a promessa de Kaliel, que lhe entregaria a vida por ela, desde que voltasse.

O tempo em Jotunhein corria diferente, muito mais rápido que em Midgard, e sem saber disso, o grupo Atlas adentrou nas terras geladas, enfrentou os mais estranhos guerreiros e confrontaram Shu Wulong, que matou alguns de seus membros. No final, a Atlas derrotou Wulong, mas a custas de várias perdas, mortes e sequelas. Além de terem sofrido as augurias da luta, em Midgard haviam se passado quatro anos. Kaliel voltou com problemas de memória, com a perna direita comprometida, uma cicatriz na testa resultante de uma faca de Wulong, e uma outra cicatriz que descia de seu peito até o joelho esquerdo. Bafomé havia se sacrificado para salvar o grupo, numa ultima tentativa de se redimir para com o Rúnico, mas não conseguiu mais voltar, deixando apenas a sua foice na forma de Executora para Kaliel se lembrar.

Quando ele voltou para Déborah, ela não acreditava que tinha passado tanto tempo, e passou a ignorar Kaliel, que não se lembrava muito bem das coisas. Tão pouco reconhecera seu filho ao lado de Déborah, e somente depois de muito se esforçar, conseguiu recuperar seu amor com Déborah, e então casou-se com ela. Depois de voltar, passou a viver em Prontera, junto de Déborah e seu filho, Dimitri Slyther Gaebolg, além de ajudar Luke no seu Café bar sempre que pode. Aposentou as lutas, mas naõ a espada, sendo encontrado por muitas vezes treinando um ou outro aluno.
Spoiler:


Déborah
Spoiler:


Kaliel
Spoiler:


Dimitri Slyther Gaebolg


...O Príncipe e a Condessa, a Bela e a Fera...
[/center]


Última edição por Willen em Qua Maio 02, 2012 5:31 pm, editado 3 vez(es)
avatar
Willen
Esqueleto Arqueiro
Esqueleto Arqueiro

Número de Mensagens : 211
Idade : 26
Localização : Nifflheim
Pontos : 2928
Reputação : 11
Data de inscrição : 22/02/2011

Ficha do personagem
Nome: Kem Nelliw
Profissão: General Dragão Branco da Ordem do Dragão
Clã: Ordem do Dragão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kaliel Gaebolg

Mensagem por Shuu em Sab Dez 10, 2011 5:51 pm

Comentário simples e com muito sentido.

Luke respondeu no facebook:
- Meu BFF.

xDDD Nice, Sou tão carismatico a ponto de ser o melhor amigo do capeta em pessoa. \o\ Nice Ficha Kem.
avatar
Shuu
Osíris
Osíris

Número de Mensagens : 1030
Idade : 34
Pontos : 4177
Reputação : 22
Data de inscrição : 04/01/2010

Ficha do personagem
Nome: Lokii Bou
Profissão: Astronauta
Clã: Gangue dos guaxinins malucos

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kaliel Gaebolg

Mensagem por Willen em Sab Dez 10, 2011 5:57 pm

É nóis que esculacha ermano o/

Abraços Luke
avatar
Willen
Esqueleto Arqueiro
Esqueleto Arqueiro

Número de Mensagens : 211
Idade : 26
Localização : Nifflheim
Pontos : 2928
Reputação : 11
Data de inscrição : 22/02/2011

Ficha do personagem
Nome: Kem Nelliw
Profissão: General Dragão Branco da Ordem do Dragão
Clã: Ordem do Dragão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kaliel Gaebolg

Mensagem por Willen em Qua Maio 02, 2012 5:32 pm

Atualizada

- Biografia
- Status
- Família

Ficha fechada. Foi bom enquanto durou a trajetória do CAvaleiro do Bafomé...espero poder usar ele como NPC ou player mesmo. ^^ Agradeço a todos que já interpretaram ao lado dele. Obrigado.
avatar
Willen
Esqueleto Arqueiro
Esqueleto Arqueiro

Número de Mensagens : 211
Idade : 26
Localização : Nifflheim
Pontos : 2928
Reputação : 11
Data de inscrição : 22/02/2011

Ficha do personagem
Nome: Kem Nelliw
Profissão: General Dragão Branco da Ordem do Dragão
Clã: Ordem do Dragão

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Kaliel Gaebolg

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum